Etiquetas

, ,

À rapidez com que o Senado paraguaio consumou o golpe de Estado contra Lugo Argentina, Brasil e Uruguai responderam, em rápida e ágil manobra diplomática, concluindo o processo de inclusão da Venezuela no Mercosul. Esse processo estava parado há anos naquele mesmo Senado, por pressão dos Estados Unidos, mas a suspensão do Paraguai no Mercosul permitiu aos três países vizinhos terminar o procedimento em poucos dias. A eficácia dessa operação de longo alcance pegou Washington de surpresa, assim como os círculos políticos e a mídia que lhe são subservientes, que reagiram com ferocidade, uma vez que a incorporação plena da Venezuela ao organismo sul-americano fere profundamente os interesses de hegemonia dos Estados Unidos na região. As implicações imediatas e de longo prazo dessa mudança são analisadas em profundidade por quatro textos publicados nos últimos dias: um de Samuel Pinheiro Guimarães, aqui, outro do mexicano Raúl Zibechi, aqui, e dois de Roberto Amaral, aqui, e aqui.