Etiquetas

, , ,

O Movimiento de Solidaridad Iberoamericano – MSIA – tece observações bem ácidas em seu sítio na Internet sobre os apetites dos EUA na Amazônia. Segundo seu editorial de hoje, o processo de falência do poder estadunidense em áreas mais longínquas fará com que Washington tente acelerar o processo de seu apossamento das riquezas da Amazônia, que já está em curso avançado, principalmente, através das cessões de soberania a tribos indígenas de extensos territórios na região.

Sabemos que, além do “nacionalismo do bem” dos países explorados pelo imperialismo, existe o nacionalismo de direita, das potências que os exploram. O MSIA é uma expressão singular, de certo modo extemporânea, ou sobrevivente, de nacionalismo de direita, com ação na América Latina e vinculada à Opus Dei.

Esta organização católica secreta de tipo maçônico – alguns preferem dizer mafioso – fundada pelos jesuítas espanhóis, mas há muito com sede no Vaticano, procura ser uma espécie de internacional reacionária. Está conectada aos antigos interesses coloniais ibéricos na América, que hoje têm extensão nos investimentos espanhóis e portugueses no continente. Em certa medida, conflita com os interesses do capital estadunidense e inglês e exerce por isso vigilância, especialmente, contra a ação do imperialismo dos EUA na região, mesmo quando os integrantes locais dela não se identifiquem com o nacionalismo de seu país. Apesar da origem espúria da denúncia, há verdade nela. É bom prestar atenção. Leia aqui.