Etiquetas

, , ,

Eleições com campanhas promocionais que custam fortunas são por definição corrompidas, por privilegiar os doadores e ensejar fraude e enriquecimento com “sobras de campanha” dos promotores. Também por definição, isso ocorre com eleições no modelo importado dos Estados Unidos.  Há alternativas. O modelo cubano não é o único, mas é o que está mais perto de nós. Tem falhas e pontos discutíveis, mas pode ser aperfeiçoado e permite um processo em que não há enganações de campanha política, nem suborno e outros vícios relacionados com a hegemonia do dinheiro. Aqui uma descrição do sistema vigente em Cuba.